quarta-feira, 9 de março de 2011

Ele e Ela.


Na praia, uma conversa.

_ Era tudo tão mais fácil.
_ Era.
_ Seria mais fácil.
_ Seria menos feliz.
_ Talvez. Das nossas maneiras.
_ Arrependida?
_ Não. Apesar das lágrimas de tristeza, há as de alegria.
_ Tem pensado muito?
_ Muito. Demais. Planos e mais planos.
_ Me conta um.
_ Já sabe de todos.
_ É. Sei.
_ Saudade de ti.
_ Eu também to.
_ É difícil planejar meus dias sem a tua presença.
_ É?
_ É. É complicado te querer e não te ter na hora seguinte, no dia seguinte.
_ Eu sei.
_ E às vezes lembro de nós e gostaria tanto que acontecesse de novo.
_ Hum...
_ E não vai acontecer. Não na hora. Não agora.
_ É?
_ É. E é difícil de conceber isso. Lidar com isso, na verdade, é complicado.
_ Complicado.
_ E, de repente, um aperto no peito. Uma tristeza, sabe?
_ Sei.
_ E aí, eu vejo que estou realmente sozinha. Sem tu aqui. Uma saudade enorme. Um vazio. Sabe? Às vezes, eu sinto como se tu estivesse ao meu lado e consigo até escutar tua respiração e sentir teu toque. Mas, olho para o lado e tu não está e daí... Daí...

De repente ela pára de conversar. Olha para os lados e se dá conta de que conversara todo o tempo com ele de uma maneira como queria e não como era. Estava pensando, imaginando, apenas. Estava sozinha. Ela o procurou com os olhos durante um certo tempo, querendo acreditar que aquilo era mentira e que realmente tinha conversado com seu amado, mas a solidão se fez presente e o silêncio gritou. Então, sentou novamente e se calou. Pensou mais um pouco. Chorou. Olhou para o mar e lembrou de coisas que foram vividas ali. Depois foi embora. Lembrando. Desejando. Chorando. Amando.

10 comentários:

Ariel disse...

Adoro ler o texto de algum amigo e tentar diferenciar o que simplesmente veio na mente com o que foi inspiração de algo já vivido... tenho alguns palpites, amanhã ou depois tu me conta ^^
Ficou muito bonito =)

Mitcheia disse...

Adorei! Muito criativo e tocante, Matheus, PARABÉNS!

PRIYURI disse...

Lindo Matheus!!!Sabes que ADORO todos os teus textos...deve ser pq me identifico muito com eles!! Ehhehehehe Beijos!! :D

Paola Andressa da Cunha disse...

Andasse escutando meus pensamentos essa noite? É como se tu estivesse me escutando falar e após escreveste este texto. Adoro os teus textos e a maneira com que tu expõe teus sentimentos, ou ainda, os nossos.

Leo M. disse...

Ai, me arrepiei todo lendo esse texto! O jeito como tu o conduziu realmente me surpreendeu! Totaly unexpected! Achei que não ia terminar dessa forma. Transpassa bem bem a tua realidade. Triste, porém lindo texto, Matheus. Adorei! \o/

Leo M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francine Moreira Ferreira disse...

Nem preciso dizer o quanto isso me emociona, né. Alguns dias de convívio bastaram para perceber o quão intenso era tudo aquilo. Cada vez que leio algo que escreves me lembro da praia, me lembro da insegurança e ao mesmo tempo da alegria, sentidas somente ao observar. A minha admiração e carinho são cada vez maiores! Parabéns querido! Texto divino!

ROUGH disse...

Vc consegue transcrever tantos sentimentos nossos, com uma delicadeza impar! como sempre fantastic.

Matheus Bandeira de Carvalho disse...

Obrigado, pessoal.

bruna' disse...

Matheus , adorei esse texto .. me identifiquei muito com ele e também achei muito profundo *-* Parabéns !