terça-feira, 14 de agosto de 2012

A Rosa Monique

É como uma rosa vermelha em seu mais perfeito momento, estado. Em sua mais perfeita cor, textura, vida. Linda sem exigir nem exibir nada além do que, simplesmente, é: bela. Os espinhos existem para poder segurá-la, lembrá-la que a realidade não é somente a seda vermelha que a envolve. A protegem das desventuras da vida e desafiam os que tentam arrancá-la do seu pé, tirá-la de si mesma. Vermelha, sexy. Quente. Lembra o prazer. O pecado capital. A pele que brota a sensualidade livremente. Na baforada de um cigarro, mostra toda sua feminilidade e inocência. Parece estar escrita nas folhas de Jorge Amado. A elegância, a simpatia, a luz e a sutil e inseparável sensualidade a faz.

Um comentário:

Monique Chadutt disse...

Me apaixonei!
Estou sem palavras para essas tantas e únicas que estão ai.

Obrigada lindão!!!